Dieta vegetariana – recomendações e vitamina B12

Oi, pessoal!

Tudo bem?

Vocês estão todos aí pulando carnaval, mas eu estou aqui na labuta pesquisando materiais para o blog!

Hoje o post não será sobre lugares para comer ou receitas. Desta vez o assunto é alimentação e é bem sério.

Recentemente recebi um release de uma assessoria de imprensa falando sobre o reconhecimento das dietas vegetarianas pelo CRN-3, que é o Conselho Regional de Nutricionistas que orienta e fiscaliza a profissão no MS e em SP. A partir de agora, eles consideram que é possível atingir a adequação nutricional com dietas vegetarianas desde que observados alguns cuidados.

Fiquei bem feliz com isso e penso se agora as pessoas vão parar de encher o meu saquinho para que eu coma carne, “senão você vai ficar doente”. Acho que tudo depende mesmo de uma dieta balanceada e de ter consciência na hora de escolher os alimentos em todas as refeições. Não dá para fazer uma opção dessas por modinha ou ainda para agradar outra pessoa. Tem de estar a fim mesmo e disposto a fazer as devidas substituições.

No entanto, há pouco mais de um mês eu procurei uma endócrina para ver se estava tudo ok com os meus hormônios. Comentei que era vegetariana e ela me pediu o exame que mede a quantidade de vitamina B12 no sangue. Para quem não sabe, a B12 está presente em sua maioria nos alimentos de origem animal e a falta dela pode causar desde um tipo de anemia até sérios problemas neurológicos. Dependendo do grau da deficiência, o dano pode ser até irreversível – isso quando a pessoa está há muitos e muitos anos sem carne ou quando tem um problema estomacal que impede a absorção da vitamina.

Graças ao bom Deus eu não estou anêmica, mas estou com o nível de B12 um pouco baixo. A médica me orientou, e eu estou fazendo a reposição com um medicamento chamado Citoneurin 3 vezes ao dia. No próximo mês farei um novo exame para avaliar se houve melhora na quantidade de vitamina. Se não houver, terei de optar pelo tratamento injetável. Ela me explicou que no meu caso não é grave, mas é preciso prestar atenção para que isso não evolua com o passar do tempo. É um tratamento preventivo mesmo.

Então fica aqui o meu alerta aos amigos vegetarianos. Vocês costumam fazer esse tipo de exame com frequência? Se não fizerem, é bom incluir na lista do check up para a próxima consulta.

Para quem quiser saber um pouco mais, vale a leitura desta matéria do site da Unicamp. Não é muito recente, mas já dá para se ter uma ideia do risco.

Bem, por hoje é só!

Continuem pulando o carnaval, mas cuidado com a bebedeira!

Beijo!

veri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s