Receita – Molho Pesto

Oi, pessoal!

Tudo bem?

Como estão de feriado? Espero que descansando bastante e aproveitando os quitutes juninos em alguma festinha por aí!

Eu estou de folga e vim para o interiorrrrrr visitar meus pais, e amanhã será dia de festa junina com as amigas de infância. Na minha parte, fiquei de levar o choconhaque e o cuscuz. Depois passo as receitas para vocês!

Hoje vou dar outra receita, a de molho pesto, que prometi para vocês há uns bons dias. É super simples! Vamos lá?

MOLHO PESTO

Coloque no liquidificador ou no processador:

  • 1/2 xícara de azeite
  • 2 dentes de alho
  • 1/3 xícara de queijo parmesão ralado
  • 1 xícara de majericão ou a gosto
  • 1 pitada de pimenta do reino branca (a gosto)
  • algumas nozes

Bata tudo junto no liquidificador até ficar uma massa bem pastosa. A receita recomenda que, se necessário, você pode acrescentar mais azeite. Como eu adoro azeite e gosto do molho mais líquido, eu coloquei mais 1/2 xícara, mais ou menos. Mas isso é a gosto. Se preferir, você pode substituir as nozes por pinoli (na verdade, a receita original pede o pinoli), castanhas do pará ou por pinhão. Ainda farei o teste com esses três ingredientes e conto para vocês depois.

Dá pra ver a massa como fica?

Com a massa do macarrão cozida, é só despejar o molho por cima e misturar. Salpique mais parmesão ralado e nozes quebradas com as mãos. Aí é só correr para o abraço!

Para quem quer um pouco de história, o molho pesto é originário de Gênova, cidade situada no noroeste da Itália, na região da Ligúria. Lembram-se das aulas de história no colégio? Então, Cristóvão Colombo nasceu lá! Vocês se lembram que ele descobriu a América, né? Então tá bom! =)

Bandeira de Gênova

Pesquisando, vi que o certo é esmagar o manjericão, e não bater tudo, mas aí é uma questão de prática e tempo. É claro que é legal usar o molho logo depois de pronto, mas acho que uma boa ideia também pode ser deixar a mistura na geladeira e ir usando conforme surgem oportunidades – você não precisa colocar só no macarrão -, pois o manjericão pode ir “curtindo” no azeite e ficar ainda mais forte e saboroso com o passar das horas.

O resultado você vê na foto abaixo, publicada pela Veja São Paulo. Era um macarrão com molho pesto que estava no meu prato!

O meu prato está mais bonito, né?

Gostaram? Façam em casa e me contem! Também aceito dicas de quem comeu um belo molho pesto num lugar especial e queira me contar!

…e deu uma vontade de ir pra Itália agora…

PS: e por falar em massas, vocês já estão participando da nossa promoção com o Restaurante America? Estamos sorteando 5 jantares completos com acompanhante dentro do Festival de Massas do America. Corra, porque ainda dá tempo!

Link para o regulamento: http://migre.me/56UTg

Link para o Twitpromo: http://migre.me/56UUn – é aqui que você deve clicar para participar!

Bjs!

veri

Anúncios

5 comentários sobre “Receita – Molho Pesto

  1. Hum… Pesto com amêndoas é ótimo também – eu até prefiro. Já comi com amendoim e gostei. Com hortelã no lugar de manjericão também fica gostoso, já substituí até o parmesão por gorgonzola (mas aí coloquei bem pouquinho)… Eu esmago o manjericão, pq faço o molho pilado – dá um trabalho pilar o queijo parmesão e a castanha, mas fica ótimo. Batatas aos murros com molho pesto é melhor que o macarrão, em minha opinião 🙂

    1. Nossa, Renata! Adorei a dica do amendoim!
      É uma boa opção!
      Agora quero a receita das batatas aos murros! Como funciona isso?

      Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s